Mesmo após passar um longo tempo isolado se dedicando às práticas ascetas na floresta de Uruvella, Siddhartha ainda se sente distante da Iluminação espiritual. Casa vez mais, ele percebe que o tipo de bramanismo praticado na Índia é mais um meio de dominação social do que uma busca religiosa. Sendo assim, chega a hora de seguir o próprio caminho, procurando novos mestres e revisitando os antigos. Enquanto seu príncipe vive as angústias de sua jornada, o reino de Kapilavastu corre sério perigo. O líder da tribo dos Sakyas deseja que seu filho retorne e cumpra a profecia de ser o maior rei de todos os tempos. para Siddhartha , é momento de sentar sob uma árvore e meditar a respeito de tudo isso.

A série de mangá Buda é uma coleção de 14 volumes que recebeu o Prêmio Will Eisner em 2003, um dos mais importantes prêmios dos quadrinhos. O mangá narra, em leitura oriental (da direita para a esquerda), a história completa de Siddharta Gautama, príncipe dos Sakyas, que nasceu por volta de 560 a.C. na região entre a Índia e o Nepal.

O príncipe abandonou seu poder e suas posses para tentar entender por que as pessoas sofrem. Peregrinou durante anos nas florestas de Bodhi-Gaya até encontrar suas respostas, tornando-se o Buda (desperto, iluminado). Elaborou e ensinou cerca de 84 mil métodos de treinamento da mente, que depois ficaram conhecidos como budismo.

A saga do Buda Sakyamuni aparece sempre como uma espécie de espelho do que era a vida na Índia, além de ser um reflexo de todos aqueles que estão submetidos ao sofrimento da dúvida, do medo e da esperança. Pode haver algo mais universal e contemporâneo?

Ed. Conrad - 240 pág. - brochura

Buda vol. 7 - Um caminho solitário - Osamu Tezuka

R$49,90 R$44,90
Frete grátis
Buda vol. 7 - Um caminho solitário - Osamu Tezuka R$44,90

Mesmo após passar um longo tempo isolado se dedicando às práticas ascetas na floresta de Uruvella, Siddhartha ainda se sente distante da Iluminação espiritual. Casa vez mais, ele percebe que o tipo de bramanismo praticado na Índia é mais um meio de dominação social do que uma busca religiosa. Sendo assim, chega a hora de seguir o próprio caminho, procurando novos mestres e revisitando os antigos. Enquanto seu príncipe vive as angústias de sua jornada, o reino de Kapilavastu corre sério perigo. O líder da tribo dos Sakyas deseja que seu filho retorne e cumpra a profecia de ser o maior rei de todos os tempos. para Siddhartha , é momento de sentar sob uma árvore e meditar a respeito de tudo isso.

A série de mangá Buda é uma coleção de 14 volumes que recebeu o Prêmio Will Eisner em 2003, um dos mais importantes prêmios dos quadrinhos. O mangá narra, em leitura oriental (da direita para a esquerda), a história completa de Siddharta Gautama, príncipe dos Sakyas, que nasceu por volta de 560 a.C. na região entre a Índia e o Nepal.

O príncipe abandonou seu poder e suas posses para tentar entender por que as pessoas sofrem. Peregrinou durante anos nas florestas de Bodhi-Gaya até encontrar suas respostas, tornando-se o Buda (desperto, iluminado). Elaborou e ensinou cerca de 84 mil métodos de treinamento da mente, que depois ficaram conhecidos como budismo.

A saga do Buda Sakyamuni aparece sempre como uma espécie de espelho do que era a vida na Índia, além de ser um reflexo de todos aqueles que estão submetidos ao sofrimento da dúvida, do medo e da esperança. Pode haver algo mais universal e contemporâneo?

Ed. Conrad - 240 pág. - brochura