Nesta obra, o autor faz uma compilação ao dissecar as entranhas de grandes organizações criminosas, da máfia italiana à polícia secreta russa. As histórias narradas por Saviano abordam temas variados. Em 'Quando a terra treme, o cimento mata', ele explica os negócios ilegais existentes entre políticos, empreiteiras, economistas e especuladores imobiliários - o chamado ciclo do cimento. Já em 'A magnífica mercadoria', o assunto tratado é a indústria da cocaína. De acordo com Saviano, nada no mundo pode competir com ela, que desde a produção até a distribuição por todo o planeta vai destruindo todas as camadas da sociedade. Em outras histórias, como em 'O homem que era Donnie Brasco, Siani, cronista de verdade e Quem escreve morre', o autor faz um paralelo entre a situação dele, de exílio, isolamento, angústia, privação da família e iminência da morte com a de pessoas que também podem estar vivendo a mesma posição. Neste livro, Saviano cita escritores e jornalistas que morreram tentando combater, por meio das palavras, conluios, corrupções, crimes, narcotráfico, dentre outros.

 

Ed. Record - 294 pág. - brochura

A BELEZA E O INFERNO - Roberto Saviano

R$53,31
A BELEZA E O INFERNO - Roberto Saviano R$53,31
Entregas para o CEP:

Meios de envio

Nesta obra, o autor faz uma compilação ao dissecar as entranhas de grandes organizações criminosas, da máfia italiana à polícia secreta russa. As histórias narradas por Saviano abordam temas variados. Em 'Quando a terra treme, o cimento mata', ele explica os negócios ilegais existentes entre políticos, empreiteiras, economistas e especuladores imobiliários - o chamado ciclo do cimento. Já em 'A magnífica mercadoria', o assunto tratado é a indústria da cocaína. De acordo com Saviano, nada no mundo pode competir com ela, que desde a produção até a distribuição por todo o planeta vai destruindo todas as camadas da sociedade. Em outras histórias, como em 'O homem que era Donnie Brasco, Siani, cronista de verdade e Quem escreve morre', o autor faz um paralelo entre a situação dele, de exílio, isolamento, angústia, privação da família e iminência da morte com a de pessoas que também podem estar vivendo a mesma posição. Neste livro, Saviano cita escritores e jornalistas que morreram tentando combater, por meio das palavras, conluios, corrupções, crimes, narcotráfico, dentre outros.

 

Ed. Record - 294 pág. - brochura