Foi pela pena de espiões, padres jesuítas, traficantes de escravos, corsários, degredados e outros tipos de aventureiros que a Europa ficou sabendo da descoberta de um novo continente ao sul da linha do Equador. A passagem de viajantes pela costa brasileira no século 16 foi ricamente descrita em algumas dezenas de publicações que foram as principais difusoras do feito. Assim, de forma tímida e com algumas décadas de atraso, a notícia chegou à população letrada e aos intelectuais. Em A construção do Brasil na literatura de viagem dos séculos XVI, XVII e XVIII, o professor de história da Unesp Jean Marcel Carvalho França faz análise reveladora e saborosa de tais relatos.

Ed. Unesp - 616 pág. - brochura

 

A Construção do Brasil na literatura de viagem dos séculos XVI, XVII e XVIII - Jean Marcel Carvalho

R$47,20
Esgotado
A Construção do Brasil na literatura de viagem dos séculos XVI, XVII e XVIII - Jean Marcel Carvalho R$47,20

Foi pela pena de espiões, padres jesuítas, traficantes de escravos, corsários, degredados e outros tipos de aventureiros que a Europa ficou sabendo da descoberta de um novo continente ao sul da linha do Equador. A passagem de viajantes pela costa brasileira no século 16 foi ricamente descrita em algumas dezenas de publicações que foram as principais difusoras do feito. Assim, de forma tímida e com algumas décadas de atraso, a notícia chegou à população letrada e aos intelectuais. Em A construção do Brasil na literatura de viagem dos séculos XVI, XVII e XVIII, o professor de história da Unesp Jean Marcel Carvalho França faz análise reveladora e saborosa de tais relatos.

Ed. Unesp - 616 pág. - brochura