Este volume das obras completas de João Cabral de Melo Neto contém dois de seus livros fundamentais: A Escola das Facas e o Auto do Frade.
Intitulado originalmente Poemas Pernambucanos, o primeiro reúne memórias dispersas de Pernambuco e de sua infância, no qual Cabral, pela primeira vez e de forma sistemática, surge como personagem e nos conta algo de si.

Já em Auto do Frade, o autor retorna a reforma do poema dramático, consagrado em Morte e Vida Severina, para narrar os instantes finais da vida de Frei Caneca, condenado a morte e fuzilado em Recife, em janeiro de 1825, por defender ideias republicanas. Juntos, estes livros mostram a habilidade única de João Cabral com essa "faca só lâmina", cortando os versos e as palavras para buscar novo sentido na poesia, contida e, ao mesmo tempo emocionante.

Ed. Alfaguara - 196 pág. - brochura

Sobre o autor: 

João Cabral de Melo Neto nasceu em Recife, em janeiro de 1920, e viveu os primeiros anos no interior de Pernambuco. Voltou à capital ainda jovem e, ao completar vinte anos, mudou-se para o Rio de Janeiro. Em 1942, publicou seu primeiro livro, Pedra do sono, que reúne seus poemas escritos nos dois anos anteriores. A edição, do próprio autor, teve uma tiragem de 250 exemplares. Sua consagração definitiva veio em 1950, com o lançamento de O cão sem plumas, considerado hoje um divisor de águas na poesia cabralina. Diplomata, residiu em vários países, sobretudo na Espanha, nas cidades de Sevilha e Barcelona, que se tornariam tema freqüente em sua poesia. Traduzido para diversos idiomas, recebeu uma série de prêmios importantes, como o Camões, o Neustadt International e o Rainha Sofia, e chegou a ser cogitado para receber o Prêmio Nobel. João Cabral faleceu em 1999.

A ESCOLA DAS FACAS / AUTO DOS FRADES - João Cabral de Melo Neto

R$54,90
A ESCOLA DAS FACAS / AUTO DOS FRADES - João Cabral de Melo Neto R$54,90
Sucesso! Você tem frete grátis
Frete grátis a partir de R$120,00
Entregas para o CEP:

Frete grátis a partir de R$120,00

Este volume das obras completas de João Cabral de Melo Neto contém dois de seus livros fundamentais: A Escola das Facas e o Auto do Frade.
Intitulado originalmente Poemas Pernambucanos, o primeiro reúne memórias dispersas de Pernambuco e de sua infância, no qual Cabral, pela primeira vez e de forma sistemática, surge como personagem e nos conta algo de si.

Já em Auto do Frade, o autor retorna a reforma do poema dramático, consagrado em Morte e Vida Severina, para narrar os instantes finais da vida de Frei Caneca, condenado a morte e fuzilado em Recife, em janeiro de 1825, por defender ideias republicanas. Juntos, estes livros mostram a habilidade única de João Cabral com essa "faca só lâmina", cortando os versos e as palavras para buscar novo sentido na poesia, contida e, ao mesmo tempo emocionante.

Ed. Alfaguara - 196 pág. - brochura

Sobre o autor: 

João Cabral de Melo Neto nasceu em Recife, em janeiro de 1920, e viveu os primeiros anos no interior de Pernambuco. Voltou à capital ainda jovem e, ao completar vinte anos, mudou-se para o Rio de Janeiro. Em 1942, publicou seu primeiro livro, Pedra do sono, que reúne seus poemas escritos nos dois anos anteriores. A edição, do próprio autor, teve uma tiragem de 250 exemplares. Sua consagração definitiva veio em 1950, com o lançamento de O cão sem plumas, considerado hoje um divisor de águas na poesia cabralina. Diplomata, residiu em vários países, sobretudo na Espanha, nas cidades de Sevilha e Barcelona, que se tornariam tema freqüente em sua poesia. Traduzido para diversos idiomas, recebeu uma série de prêmios importantes, como o Camões, o Neustadt International e o Rainha Sofia, e chegou a ser cogitado para receber o Prêmio Nobel. João Cabral faleceu em 1999.