Escalas, indícios, singularidades

Por vezes, o silêncio se apresenta como a alternativa mais eficaz ao convívio com o infortúnio. O silêncio estratégico mostra-se comedido à espera da diluição dos modismos que se penduram na função meramente denotativa da linguagem. É quando, paradoxalmente, o paulatino esvaziamento da palavra enseja o resgate de seu valor argumentativo. 'A micro-história italiana - Escalas, indícios e singularidades' surge na curva desse paradoxo. Nele, os fundamentos do debate que instaurou esta vertente da historiografia contemporânea são recuperados. Centrada na captura dos marcos da cultura historiográfica italiana dos anos 1960 e 1970 e, simultaneamente, nas trajetórias intelectuais dos principais protagonistas do que veio a ser conhecido por micro-história, a análise de Espada Lima se refina e alcança êxito ao apartar-se de reducionismos e homogeneidade fictícias.

Ed. Civilização Brasileira - 588 pág. - brochura

A MICRO-HISTÓRIA ITALIANA - Henrique Espada Lima

R$89,90
A MICRO-HISTÓRIA ITALIANA - Henrique Espada Lima R$89,90
Sucesso! Você tem frete grátis
Frete grátis a partir de R$0,00
Entregas para o CEP:

Sucesso! Você tem frete grátis

Escalas, indícios, singularidades

Por vezes, o silêncio se apresenta como a alternativa mais eficaz ao convívio com o infortúnio. O silêncio estratégico mostra-se comedido à espera da diluição dos modismos que se penduram na função meramente denotativa da linguagem. É quando, paradoxalmente, o paulatino esvaziamento da palavra enseja o resgate de seu valor argumentativo. 'A micro-história italiana - Escalas, indícios e singularidades' surge na curva desse paradoxo. Nele, os fundamentos do debate que instaurou esta vertente da historiografia contemporânea são recuperados. Centrada na captura dos marcos da cultura historiográfica italiana dos anos 1960 e 1970 e, simultaneamente, nas trajetórias intelectuais dos principais protagonistas do que veio a ser conhecido por micro-história, a análise de Espada Lima se refina e alcança êxito ao apartar-se de reducionismos e homogeneidade fictícias.

Ed. Civilização Brasileira - 588 pág. - brochura