Retidos em quarentena numa ilhota próxima à ilha Maurício, dois irmãos vivem a descoberta do amor e da angústia diante da morte. Um romance de aventuras comparável ao melhor de Stevenson, Melville e Conrad.

Este é um livro sobre o mar. Um romance de aventuras, uma meditação sobre a natureza, uma fábula sobre a potência do amor. Terminada a leitura, estamos esvaziados, como se tivessem nos submetido a uma misteriosa provação física - privilégio das grandes obras, que nos dão a verdadeira medida de uma experiência literária. A quarentena é o período que um grupo de europeus é obrigado a passar numa ilha, onde estarão entregues a si mesmos, à doença, ao medo, à incompreensão e ao ódio. A ilha, lugar fechado e aberto ao mesmo tempo, figura clássica da utopia política, será para eles a antecipação do inferno. Mas será também o berço da intimidade em êxtase e do delírio amoroso. 

Cia. das Letras - 368 pág. - brochura

A QUARENTENA - J. M. G. Le Clézio

R$67,90 R$51,20
Frete grátis
A QUARENTENA - J. M. G. Le Clézio R$51,20
Retidos em quarentena numa ilhota próxima à ilha Maurício, dois irmãos vivem a descoberta do amor e da angústia diante da morte. Um romance de aventuras comparável ao melhor de Stevenson, Melville e Conrad.

Este é um livro sobre o mar. Um romance de aventuras, uma meditação sobre a natureza, uma fábula sobre a potência do amor. Terminada a leitura, estamos esvaziados, como se tivessem nos submetido a uma misteriosa provação física - privilégio das grandes obras, que nos dão a verdadeira medida de uma experiência literária. A quarentena é o período que um grupo de europeus é obrigado a passar numa ilha, onde estarão entregues a si mesmos, à doença, ao medo, à incompreensão e ao ódio. A ilha, lugar fechado e aberto ao mesmo tempo, figura clássica da utopia política, será para eles a antecipação do inferno. Mas será também o berço da intimidade em êxtase e do delírio amoroso. 

Cia. das Letras - 368 pág. - brochura