Por trás das inquietantes manchetes sobre desemprego, operações de salvamento de bancos e ganância corporativa há uma história pouco conhecida de ideias infelizes. Durante cinquenta anos, ou mais, economistas desenvolveram elegantes teorias para mostrar como os mercados funcionam, como facilitam a inovação, a criação de riqueza e a eficiente distribuição dos recursos da sociedade. Mas, e quando os mercados não funcionam? Quando produzem bolhas no mercado de ações, desigualdades gritantes, rios poluídos, súbitos colapsos do mercado imobiliário e bruscas reduções do crédito?

Combinando boa reportagem, claras explicações de esotéricas teorias econômicas e mesmo um pouco de consulta à bola de cristal, Cassidy adverte que, na crise econômica de hoje, resignar-e a ortodoxias antiquadas é uma atitude não apenas equivocada, mas também francamente perigosa. Como os mercados quebram oferece uma nova e esclarecida maneira de compreender a força do irracional em nossa inconstante economia global.

Ed. Intrínseca - 392 pág. - brochura

COMO OS MERCADOS QUEBRAM - A Lógica das Catástrofes Econômicas - John Cassidy

R$39,90
COMO OS MERCADOS QUEBRAM - A Lógica das Catástrofes Econômicas - John Cassidy R$39,90
Sucesso! Você tem frete grátis
Frete grátis a partir de R$0,00
Entregas para o CEP:

Sucesso! Você tem frete grátis

Por trás das inquietantes manchetes sobre desemprego, operações de salvamento de bancos e ganância corporativa há uma história pouco conhecida de ideias infelizes. Durante cinquenta anos, ou mais, economistas desenvolveram elegantes teorias para mostrar como os mercados funcionam, como facilitam a inovação, a criação de riqueza e a eficiente distribuição dos recursos da sociedade. Mas, e quando os mercados não funcionam? Quando produzem bolhas no mercado de ações, desigualdades gritantes, rios poluídos, súbitos colapsos do mercado imobiliário e bruscas reduções do crédito?

Combinando boa reportagem, claras explicações de esotéricas teorias econômicas e mesmo um pouco de consulta à bola de cristal, Cassidy adverte que, na crise econômica de hoje, resignar-e a ortodoxias antiquadas é uma atitude não apenas equivocada, mas também francamente perigosa. Como os mercados quebram oferece uma nova e esclarecida maneira de compreender a força do irracional em nossa inconstante economia global.

Ed. Intrínseca - 392 pág. - brochura