O filósofo Jacques Derrida e a historiadora Elisabeth Roudinesco, ambos intelectuais respeitados e reconhecidos, buscam responder à pergunta - sempre atual - feita por Victor Hugo há quase dois séculos: De que amanhã se trata?

Em um diálogo lúcido e caloroso, no melhor estilo do tradicional gênero de investigação filosófica, Derrida e Roudinesco discutem alguns dos principais temas deste início de terceiro milênio: a herança intelectual dos anos 1970, comum a ambos e tão depreciada atualmente; a liberdade humana; a violência contra os animais e suas consequências profundas sobre a imagem que o homem faz de si mesmo; a noção de diferença (seja sexual, cultural ou étnica); e as transformações na família ocidental.

Em abordagens filosóficas, históricas, literárias, políticas e psicanalíticas, tratam ainda das formas modernas de antissemitismo, da pena de morte e de sua necessária abolição, a atualidade de Marx e o espírito da Revolução após o fracasso do comunismo.

Ed, Zahar - 240 pág, - brochura

DE QUE AMANHÃ ... Diálogo - Jacques Derrida, Elizabeth Roudinesco

R$84,90 R$67,70
Frete grátis
DE QUE AMANHÃ ... Diálogo - Jacques Derrida, Elizabeth Roudinesco R$67,70

O filósofo Jacques Derrida e a historiadora Elisabeth Roudinesco, ambos intelectuais respeitados e reconhecidos, buscam responder à pergunta - sempre atual - feita por Victor Hugo há quase dois séculos: De que amanhã se trata?

Em um diálogo lúcido e caloroso, no melhor estilo do tradicional gênero de investigação filosófica, Derrida e Roudinesco discutem alguns dos principais temas deste início de terceiro milênio: a herança intelectual dos anos 1970, comum a ambos e tão depreciada atualmente; a liberdade humana; a violência contra os animais e suas consequências profundas sobre a imagem que o homem faz de si mesmo; a noção de diferença (seja sexual, cultural ou étnica); e as transformações na família ocidental.

Em abordagens filosóficas, históricas, literárias, políticas e psicanalíticas, tratam ainda das formas modernas de antissemitismo, da pena de morte e de sua necessária abolição, a atualidade de Marx e o espírito da Revolução após o fracasso do comunismo.

Ed, Zahar - 240 pág, - brochura