Em 1953, dois homens alcançaram pela primeira vez o topo do Everest. Edmund Hillary, neozelandês da expedição britânica, tornou-se um herói em todo o Ocidente. Seu guia Tenzing Norgay, sherpa e budista, passou a ser visto por seu povo como um sábio: para os sherpas, as montanhas são a morada das divindades, e ele fizera uma peregrinação sem precedentes. 
Seu filho Jamling Tenzing Norgay nasceu treze anos depois. Estudou na Índia e nos Estados Unidos e pouco viu o pai, mas guardou a paixão pelo Chomolunghma - nome sherpa do Everest. Em 1995, o cineasta David Breashers convidou-o para participar de uma expedição de filmagem ao cume do Everest e Jamling pôde realizar seu sonho. Por uma coincidência trágica, a estação de 1996 ficou na história do montanhismo pelos acontecimentos terríveis narrados por Jon Krakauer em No ar rarefeito
Em busca da alma de meu pai é o relato da escalada do Everest do ponto de vista sherpa e budista, e é um retrato emocionante da cultura de um povo que costuma ser deixado de fora da história.

Cia. das Letras - 344 pág. - brochura

EM BUSCA DA ALMA DE MEU PAI - Jornada Ao Cume Do Everest - Jamling Tenzing Norgay e Broughton Coburn

R$62,90
EM BUSCA DA ALMA DE MEU PAI - Jornada Ao Cume Do Everest - Jamling Tenzing Norgay e Broughton Coburn R$62,90
Sucesso! Você tem frete grátis
Frete grátis a partir de R$0,00
Entregas para o CEP:

Sucesso! Você tem frete grátis

Em 1953, dois homens alcançaram pela primeira vez o topo do Everest. Edmund Hillary, neozelandês da expedição britânica, tornou-se um herói em todo o Ocidente. Seu guia Tenzing Norgay, sherpa e budista, passou a ser visto por seu povo como um sábio: para os sherpas, as montanhas são a morada das divindades, e ele fizera uma peregrinação sem precedentes. 
Seu filho Jamling Tenzing Norgay nasceu treze anos depois. Estudou na Índia e nos Estados Unidos e pouco viu o pai, mas guardou a paixão pelo Chomolunghma - nome sherpa do Everest. Em 1995, o cineasta David Breashers convidou-o para participar de uma expedição de filmagem ao cume do Everest e Jamling pôde realizar seu sonho. Por uma coincidência trágica, a estação de 1996 ficou na história do montanhismo pelos acontecimentos terríveis narrados por Jon Krakauer em No ar rarefeito
Em busca da alma de meu pai é o relato da escalada do Everest do ponto de vista sherpa e budista, e é um retrato emocionante da cultura de um povo que costuma ser deixado de fora da história.

Cia. das Letras - 344 pág. - brochura