O escritor inglês D.H. Lawrence, bastante conhecido por seus romances O amante de Lady Chatterley e Mulheres apaixonadas, escreveu também contos, poemas, peças de teatro, livros de viagem — e ensaios. Ensaios sobre a literatura clássica americana, publicado pela primeira vez em 1923, é uma pequena obra-prima que impressiona pela contundência das apreciações de Lawrence sobre os autores estudados, pela radicalidade desconcertante de sua visão do mundo, pela beleza e ousadia de seu estilo.

Com perspicácia, inteligência, ironia e um viés extremamente pessoal, Lawrence analisa aqui a obra de autores como Edgar Allan Poe, Herman Melville, Walt Whitman, Benjamin Franklin e Nathaniel Hawthorne, expondo o âmago da alma americana tal como ela se evidencia em clássicos como Moby Dick, A letra escarlate e A queda da Casa de Usher. Lawrence aponta o que gosta e o que deprecia no estilo e na visão de cada um avalia desses escritores clássicos americanos, a fim de explicitar sua própria concepção do mundo e da literatura.

Interessado em história, etnologia, psicanálise, atento às questões sociais e políticas, Lawrence defendia uma ética fundada num profundo respeito pela vida instintiva e natural e lutava pela desintegração da velha consciência e pela criação de uma nova.

Ed. Zahar - 256 pág. - brochura

ESTUDOS SOBRE A LITERATURA CLASSICA AMERICANA - D. H. Lawrence

R$69,90 R$55,90
Frete grátis
ESTUDOS SOBRE A LITERATURA CLASSICA AMERICANA - D. H. Lawrence R$55,90

O escritor inglês D.H. Lawrence, bastante conhecido por seus romances O amante de Lady Chatterley e Mulheres apaixonadas, escreveu também contos, poemas, peças de teatro, livros de viagem — e ensaios. Ensaios sobre a literatura clássica americana, publicado pela primeira vez em 1923, é uma pequena obra-prima que impressiona pela contundência das apreciações de Lawrence sobre os autores estudados, pela radicalidade desconcertante de sua visão do mundo, pela beleza e ousadia de seu estilo.

Com perspicácia, inteligência, ironia e um viés extremamente pessoal, Lawrence analisa aqui a obra de autores como Edgar Allan Poe, Herman Melville, Walt Whitman, Benjamin Franklin e Nathaniel Hawthorne, expondo o âmago da alma americana tal como ela se evidencia em clássicos como Moby Dick, A letra escarlate e A queda da Casa de Usher. Lawrence aponta o que gosta e o que deprecia no estilo e na visão de cada um avalia desses escritores clássicos americanos, a fim de explicitar sua própria concepção do mundo e da literatura.

Interessado em história, etnologia, psicanálise, atento às questões sociais e políticas, Lawrence defendia uma ética fundada num profundo respeito pela vida instintiva e natural e lutava pela desintegração da velha consciência e pela criação de uma nova.

Ed. Zahar - 256 pág. - brochura