O interesse despertado nos dias de hoje pelo pensamento de Carl Schmitt leva em conta, sobretudo, a doutrina do Estado de direito e as representações liberais que formam sua base. Sua adesão ao nacional-socialismo, conseqüência de sua reflexão teórica, provoca uma necessária discussão sobre seus argumentos. Para Jean-François Kervégan, o conforto com a filosofia de Hegel revela os limites de seu postulado decisionista, segundo o qual a ordem normativa do direito repousa sobre uma decisão irredutível a toda racionalidade. Por outro lado, esse confronto esclarece o significado profundo da filosofia política de Hegel e permite aplicá-la à atualidade.

Ed. Manole - 374 pág. - brochura

HEGEL, CARL SCHMITT - O político entre a especulação e a positividade - Jean-François Kervegan

R$119,00 R$99,90
Frete grátis
HEGEL, CARL SCHMITT - O político entre a especulação e a positividade - Jean-François Kervegan R$99,90

O interesse despertado nos dias de hoje pelo pensamento de Carl Schmitt leva em conta, sobretudo, a doutrina do Estado de direito e as representações liberais que formam sua base. Sua adesão ao nacional-socialismo, conseqüência de sua reflexão teórica, provoca uma necessária discussão sobre seus argumentos. Para Jean-François Kervégan, o conforto com a filosofia de Hegel revela os limites de seu postulado decisionista, segundo o qual a ordem normativa do direito repousa sobre uma decisão irredutível a toda racionalidade. Por outro lado, esse confronto esclarece o significado profundo da filosofia política de Hegel e permite aplicá-la à atualidade.

Ed. Manole - 374 pág. - brochura