Como blogs, MySpace, YouTube e a pirataria digital estão destruindo nossa economia, cultura e valores 

É a celebração do amadorismo. Qualquer um, por mais desinformado que seja, pode publicar um blog, postar um vídeo no YouTube ou alterar um verbete na Wikipédia. Esse anonimato da web põe em dúvida a confiabilidade da informação. E a distinção entre especialista e amador torna-se cada vez mais ambígua. A pirataria digital já devastou a multibilionária indústria fonográfica e ameaça a indústria do cinema e do livro. Oferecendo soluções concretas que permitiriam frear a atmosfera inconsequente e narcisista da web, O culto do amador é um alerta dirigido a cada um de nós. Suas críticas podem ser radicais e polêmicas, mas levantam uma discussão extremamente necessária.O livro é um sucesso internacional, publicado em mais de doze línguas. Por conta da discussão gerada nos Estados Unidos e na Inglaterra, Andrew Keen participou de diversos programas de TV e rádio ao redor do mundo.“Esse livro polêmico, escrito com acuidade e paixão, discorre sobre as consequências de um mundo em que não é clara a linha divisória entre fato e opinião, entre informação de um especialista e especulação de amadores.” Michiko Kakutani, New York Times

Ed. Zahar - 208 pág. - brochura

O CULTO DO AMADOR - Andrew Keen

R$99,90 R$79,90
Frete grátis
O CULTO DO AMADOR - Andrew Keen R$79,90

Como blogs, MySpace, YouTube e a pirataria digital estão destruindo nossa economia, cultura e valores 

É a celebração do amadorismo. Qualquer um, por mais desinformado que seja, pode publicar um blog, postar um vídeo no YouTube ou alterar um verbete na Wikipédia. Esse anonimato da web põe em dúvida a confiabilidade da informação. E a distinção entre especialista e amador torna-se cada vez mais ambígua. A pirataria digital já devastou a multibilionária indústria fonográfica e ameaça a indústria do cinema e do livro. Oferecendo soluções concretas que permitiriam frear a atmosfera inconsequente e narcisista da web, O culto do amador é um alerta dirigido a cada um de nós. Suas críticas podem ser radicais e polêmicas, mas levantam uma discussão extremamente necessária.O livro é um sucesso internacional, publicado em mais de doze línguas. Por conta da discussão gerada nos Estados Unidos e na Inglaterra, Andrew Keen participou de diversos programas de TV e rádio ao redor do mundo.“Esse livro polêmico, escrito com acuidade e paixão, discorre sobre as consequências de um mundo em que não é clara a linha divisória entre fato e opinião, entre informação de um especialista e especulação de amadores.” Michiko Kakutani, New York Times

Ed. Zahar - 208 pág. - brochura