Depois de A princesa e o sapo e Moby Dick, Will Eisner usa a linguagem da história em quadrinhos para apresentar aos leitores jovens um dos maiores clássicos da literatura mundial: Dom Quixote de la Mancha, de Miguel de Cervantes (1547-1616). Em ritmo movimentado, ele conta as aventuras do sonhador que era visto como um velho maluco e mostra de que maneira os sonhos de Dom Quixote acabaram sendo eternizados.Cervantes publicou a primeira parte de El ingenioso hidalgo don Quijote de la Mancha em 1605 e teve uma acolhida entusiástica. A segunda parte surgiu somente em 1615. O conjunto contém uma crítica aos ideais da cavalaria, instituição feudal que já desaparecera havia muito tempo e que entretanto continuava a ser cultuada na Espanha. Para narrar a história do "cavaleiro de triste figura", Will Eisner, o criador do Spirit, usa todo o seu poder de síntese. Tanto no plano das imagens como no plano do texto, cada quadrinho é altamente informativo. E nesse Dom Quixote ele é profundamente sintético nos dois sentidos: primeiro, na escolha dos episódios narrados (acompanhamos aqui, por exemplo, a grande batalha contra o moinho de vento), e, segundo, no modo de desenhá-los. O resultado constitui uma forma divertida e inteligente de apresentar a obra de Cervantes aos leitores jovens.Título Altamente Recomendável pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil - FNLIJ 1999, categoria tradução/criança

Quadrinhos na Cia. - 32 pág. - brochura - ilustrado

Sobre o autor:

William Erwin Eisner (6 de março de 1917 - 3 de janeiro de 2005) foi um cartunista,escritor e empresário norte-americano, Popularizou o termo 'graphic novel' e foi um dos estudiosos da 'arte sequencial'

O ULTIMO CAVALEIRO ANDANTE - Will Eisner

R$49,90
O ULTIMO CAVALEIRO ANDANTE - Will Eisner R$49,90
Sucesso! Você tem frete grátis
Frete grátis a partir de R$120,00
Entregas para o CEP:

Frete grátis a partir de R$120,00

Depois de A princesa e o sapo e Moby Dick, Will Eisner usa a linguagem da história em quadrinhos para apresentar aos leitores jovens um dos maiores clássicos da literatura mundial: Dom Quixote de la Mancha, de Miguel de Cervantes (1547-1616). Em ritmo movimentado, ele conta as aventuras do sonhador que era visto como um velho maluco e mostra de que maneira os sonhos de Dom Quixote acabaram sendo eternizados.Cervantes publicou a primeira parte de El ingenioso hidalgo don Quijote de la Mancha em 1605 e teve uma acolhida entusiástica. A segunda parte surgiu somente em 1615. O conjunto contém uma crítica aos ideais da cavalaria, instituição feudal que já desaparecera havia muito tempo e que entretanto continuava a ser cultuada na Espanha. Para narrar a história do "cavaleiro de triste figura", Will Eisner, o criador do Spirit, usa todo o seu poder de síntese. Tanto no plano das imagens como no plano do texto, cada quadrinho é altamente informativo. E nesse Dom Quixote ele é profundamente sintético nos dois sentidos: primeiro, na escolha dos episódios narrados (acompanhamos aqui, por exemplo, a grande batalha contra o moinho de vento), e, segundo, no modo de desenhá-los. O resultado constitui uma forma divertida e inteligente de apresentar a obra de Cervantes aos leitores jovens.Título Altamente Recomendável pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil - FNLIJ 1999, categoria tradução/criança

Quadrinhos na Cia. - 32 pág. - brochura - ilustrado

Sobre o autor:

William Erwin Eisner (6 de março de 1917 - 3 de janeiro de 2005) foi um cartunista,escritor e empresário norte-americano, Popularizou o termo 'graphic novel' e foi um dos estudiosos da 'arte sequencial'