Ao contrário da maioria dos repórteres que trabalharam na guerra do Iraque acompanhando tropas ocidentais, Jon Lee Anderson realizou uma cobertura independente. Mesmo sem conseguir se movimentar com total liberdade, em uma cidade primeiro dominada pelo medo, e logo em seguida destroçada por violentos combates, o jornalista escreveu um relato vívido e chocante de um país em ruínas.
O livro revela como a vida de iraquianos comuns foi afetada pela guerra - do médico pessoal do ex-ditador Saddam Hussein, Ala Bashir, ao seu motorista Sabah, que antes da invasão americana só sonhava ter uma caminhonete de luxo.
Este grupo heterogêneo de iraquianos é acompanhado pelo repórter por quase dois anos, em diferentes momentos: do medo generalizado sob o regime de Saddam à atmosfera surrealista de Bagdá antes da invasão, passando pelo começo da guerra e pela agonia do regime até a terrível batalha final, a mal concebida tomada de poder pelos Estados Unidos e suas conseqüências.
Pessoas de verdade, colhidas no turbilhão da história, são os personagens deste livro fascinante - capaz de mostrar, detalhadamente, como uma tragédia de dimensões épicas se infiltra no cotidiano dos cidadãos comuns.

Ed. Objetiva - 387 pág. - brochura

A QUEDA DE BAGDÁ - Jon Lee Anderson

R$62,90 R$49,90
Frete grátis
A QUEDA DE BAGDÁ - Jon Lee Anderson R$49,90

Ao contrário da maioria dos repórteres que trabalharam na guerra do Iraque acompanhando tropas ocidentais, Jon Lee Anderson realizou uma cobertura independente. Mesmo sem conseguir se movimentar com total liberdade, em uma cidade primeiro dominada pelo medo, e logo em seguida destroçada por violentos combates, o jornalista escreveu um relato vívido e chocante de um país em ruínas.
O livro revela como a vida de iraquianos comuns foi afetada pela guerra - do médico pessoal do ex-ditador Saddam Hussein, Ala Bashir, ao seu motorista Sabah, que antes da invasão americana só sonhava ter uma caminhonete de luxo.
Este grupo heterogêneo de iraquianos é acompanhado pelo repórter por quase dois anos, em diferentes momentos: do medo generalizado sob o regime de Saddam à atmosfera surrealista de Bagdá antes da invasão, passando pelo começo da guerra e pela agonia do regime até a terrível batalha final, a mal concebida tomada de poder pelos Estados Unidos e suas conseqüências.
Pessoas de verdade, colhidas no turbilhão da história, são os personagens deste livro fascinante - capaz de mostrar, detalhadamente, como uma tragédia de dimensões épicas se infiltra no cotidiano dos cidadãos comuns.

Ed. Objetiva - 387 pág. - brochura