Uma seleção criteriosa de cartas de Darwin, feita por um dos mais respeitados especialistas na matéria. O objetivo da coletânea não é simplesmente o de fornecer elementos biográficos sobre o naturalista inglês, mas sim o de dar ao público um importante escorço para a discussão dos mais significativos aspectos do pensamento darwiniano.

Ed. Unesp - 342 pág. - brochura

Sobre o autor:

Naturalista britânico, Charles Darwin (1809-1882) revolucionou as ciências biológicas ao apresentar sua teoria da evolução. Tendo estudado medicina, teologia, geologia e naturalismo, elaborou sua tese após cinco anos de pesquisa a bordo do navio HMS Beagle, em sua circum-navegação pela América do Sul. Desde a infância, tinha interesse por colecionar minerais, plantas e insetos. Logo Darwin se juntou às sociedades naturalistas estudantis britânicas. Em reconhecimento às suas grandes contribuições à ciência, o naturalista batizou diversas espécies e acidentes geográficos ao redor do mundo, como os montes Darwin, nos Andes, e os tentilhões estudados por ele na ilha de Galápagos, durante a expedição do Beagle, até hoje chamados de tentilhões de Darwin.

As cartas de Charles Darwin - Uma seleta, 1825-1859 - Charles Darwin, Frederick Burkhardt

R$74,90
As cartas de Charles Darwin - Uma seleta, 1825-1859 - Charles Darwin, Frederick Burkhardt R$74,90
Sucesso! Você tem frete grátis
Frete grátis a partir de R$120,00
Entregas para o CEP:

Frete grátis a partir de R$120,00

Uma seleção criteriosa de cartas de Darwin, feita por um dos mais respeitados especialistas na matéria. O objetivo da coletânea não é simplesmente o de fornecer elementos biográficos sobre o naturalista inglês, mas sim o de dar ao público um importante escorço para a discussão dos mais significativos aspectos do pensamento darwiniano.

Ed. Unesp - 342 pág. - brochura

Sobre o autor:

Naturalista britânico, Charles Darwin (1809-1882) revolucionou as ciências biológicas ao apresentar sua teoria da evolução. Tendo estudado medicina, teologia, geologia e naturalismo, elaborou sua tese após cinco anos de pesquisa a bordo do navio HMS Beagle, em sua circum-navegação pela América do Sul. Desde a infância, tinha interesse por colecionar minerais, plantas e insetos. Logo Darwin se juntou às sociedades naturalistas estudantis britânicas. Em reconhecimento às suas grandes contribuições à ciência, o naturalista batizou diversas espécies e acidentes geográficos ao redor do mundo, como os montes Darwin, nos Andes, e os tentilhões estudados por ele na ilha de Galápagos, durante a expedição do Beagle, até hoje chamados de tentilhões de Darwin.