Neste livro, o segundo volume de sua trilogia autobiográfica, Maksim Górki (Infância, Ganhando meu pão e Minhas universidades) apresenta os acontecimentos centrais na formação de sua personalidade e obra: a consolidação de sua paixão pela literatura, iniciada nos anos narrados em Infância; as primeiras experiências da juventude, como o sexo; e a entrada no mundo do trabalho. O título é a tradução de uma expressão russa que significa "estar no mundo", "entre as pessoas". É é exatamente isso o que faz Aleksiei nessa nova fase de sua vida, em que se vê obrigado a trabalhar como vendedor numa loja de sapatos, na tripulação de um barco a vapor, ou como empregado de uma oficina. Além de sua "relação amorosa" com a literatura, destacam-se as descrições da natureza dos campos russos e de um país ainda profundamente patriarcal em seu interior e que avança rapidamente rumo ao capitalismo nas grandes cidades. A trilogia de Górki, publicada pela primeira vem em conjunto, foi, muitas vezes, considerada a obra-prima do escritor autor de algumas das mais belas páginas da literatura memorialística.

Ed. Cosac Naify - 451 pág. - brochura

GANHANDO MEU PÃO - Maksim Gorki

R$60,00
Esgotado
GANHANDO MEU PÃO - Maksim Gorki R$60,00

Neste livro, o segundo volume de sua trilogia autobiográfica, Maksim Górki (Infância, Ganhando meu pão e Minhas universidades) apresenta os acontecimentos centrais na formação de sua personalidade e obra: a consolidação de sua paixão pela literatura, iniciada nos anos narrados em Infância; as primeiras experiências da juventude, como o sexo; e a entrada no mundo do trabalho. O título é a tradução de uma expressão russa que significa "estar no mundo", "entre as pessoas". É é exatamente isso o que faz Aleksiei nessa nova fase de sua vida, em que se vê obrigado a trabalhar como vendedor numa loja de sapatos, na tripulação de um barco a vapor, ou como empregado de uma oficina. Além de sua "relação amorosa" com a literatura, destacam-se as descrições da natureza dos campos russos e de um país ainda profundamente patriarcal em seu interior e que avança rapidamente rumo ao capitalismo nas grandes cidades. A trilogia de Górki, publicada pela primeira vem em conjunto, foi, muitas vezes, considerada a obra-prima do escritor autor de algumas das mais belas páginas da literatura memorialística.

Ed. Cosac Naify - 451 pág. - brochura