Os ossos de Descartes, de Russell Shorto, é o relato das origens do confronto entre ciência e religião visto por meio da surpreendente jornada dos restos mortais de René Descartes. Pai da filosofia moderna, o francês foi o pensador mais influente e controverso de seu tempo. Suas ideias puseram em xeque a predominância da religião e marcaram a história contemporânea, sendo fundamentais na difusão do racionalismo. Em fevereiro de 1650, Descartes faleceu em Estocolmo. Dezesseis anos mais tarde, sua ossada foi exumada e secretamente repatriada pelo embaixador francês Hugues de Terlon. O devotado oficial católico deu uma estranha importância aos ossos do filósofo perseguido por acusações de ateísmo. No livro, Shorto busca compreender por que os restos mortais de Descartes tiveram um destino tão surpreendente ao longo dos 350 anos seguintes. A jornada da ossada do filósofo francês se entrelaça a eventos grandiosos, como o nascimento da ciência, a ascensão da democracia, o conflito entre a fé e a razão, envolvendo as mais diferentes figuras e tramas que protagonizaram esses eventos. O autor recompõe uma história complexa, que atravessa toda a modernidade, explorando a influência do pensamento do francês e como a incessante busca por sua ossada percorreu a história do mundo como é conhecido hoje.

 

Ed. Objetiva - 272 pág. - brochura

OS OSSOS DE DESCARTES - Russel Shorto

R$52,90 R$42,40
Frete grátis
OS OSSOS DE DESCARTES - Russel Shorto R$42,40

Os ossos de Descartes, de Russell Shorto, é o relato das origens do confronto entre ciência e religião visto por meio da surpreendente jornada dos restos mortais de René Descartes. Pai da filosofia moderna, o francês foi o pensador mais influente e controverso de seu tempo. Suas ideias puseram em xeque a predominância da religião e marcaram a história contemporânea, sendo fundamentais na difusão do racionalismo. Em fevereiro de 1650, Descartes faleceu em Estocolmo. Dezesseis anos mais tarde, sua ossada foi exumada e secretamente repatriada pelo embaixador francês Hugues de Terlon. O devotado oficial católico deu uma estranha importância aos ossos do filósofo perseguido por acusações de ateísmo. No livro, Shorto busca compreender por que os restos mortais de Descartes tiveram um destino tão surpreendente ao longo dos 350 anos seguintes. A jornada da ossada do filósofo francês se entrelaça a eventos grandiosos, como o nascimento da ciência, a ascensão da democracia, o conflito entre a fé e a razão, envolvendo as mais diferentes figuras e tramas que protagonizaram esses eventos. O autor recompõe uma história complexa, que atravessa toda a modernidade, explorando a influência do pensamento do francês e como a incessante busca por sua ossada percorreu a história do mundo como é conhecido hoje.

 

Ed. Objetiva - 272 pág. - brochura