Com uma narrativa cada vez mais sofisticada, as séries americanas revolucionaram a TV e conquistaram o mundo, dominando a atenção do público e da crítica e influenciando até o cinema. No centro dessa revolução está o autor - e a bem sucedida "sala de roteiristas", método de trabalho coletivo dos escritores de uma série de TV. Christina Kallas conversa com showrunners e autores de alguns dos dramas televisivos. Compartilhando suas experiências e práticas da "sala de roteiristas", eles falam sobre a arte de escrever e criar para a TV séries como Família Soprano, Mad Men, Game of Thrones, Friends, Seinfeld, The Wire, Law & Order, entre outras. Em textos complementares, Kallas faz um balanço do desenvolvimento da narrativa para TV em contraponto ao cinema. Analisando a importância decisiva do roteirista nesse processo - que levou para a TV o que há de mais interessante em dramaturgia atualmente -, ela oferece reflexões inestimáveis tanto para profissionais do ramo quanto para "viciados em séries" e espectadores em geral.

Ed. Zahar - 256 pág. - brochura

 

NA SALA DE ROTEIRISTAS - Christina Kallas

R$69,90 R$62,90
Frete grátis
NA SALA DE ROTEIRISTAS - Christina Kallas R$62,90

Com uma narrativa cada vez mais sofisticada, as séries americanas revolucionaram a TV e conquistaram o mundo, dominando a atenção do público e da crítica e influenciando até o cinema. No centro dessa revolução está o autor - e a bem sucedida "sala de roteiristas", método de trabalho coletivo dos escritores de uma série de TV. Christina Kallas conversa com showrunners e autores de alguns dos dramas televisivos. Compartilhando suas experiências e práticas da "sala de roteiristas", eles falam sobre a arte de escrever e criar para a TV séries como Família Soprano, Mad Men, Game of Thrones, Friends, Seinfeld, The Wire, Law & Order, entre outras. Em textos complementares, Kallas faz um balanço do desenvolvimento da narrativa para TV em contraponto ao cinema. Analisando a importância decisiva do roteirista nesse processo - que levou para a TV o que há de mais interessante em dramaturgia atualmente -, ela oferece reflexões inestimáveis tanto para profissionais do ramo quanto para "viciados em séries" e espectadores em geral.

Ed. Zahar - 256 pág. - brochura