Filha de um proeminente bispo da Igreja Episcopal dos Estados Unidos, Eliza Griswold acostumou-se desde criança ao convívio com o sagrado. Entretanto, como demonstram as reportagens reunidas em Paralelo 10, a escritora e jornalista norte-americana procura enxergar os conflitos religiosos que atingem boa parte da humanidade no século XXI com um penetrante viés socioeconômico, amparado por amplas pesquisas históricas - e, sobretudo, por arriscadas viagens às zonas de conflito. 
O título do livro se refere à linha imaginária que atravessa boa parte do continente africano e das ilhas do Sudeste Asiático, delimitando de modo aproximado a fronteira entre o cristianismo e o islamismo. Griswold visita seis países situados nas proximidades do paralelo 10 - Nigéria, Sudão e Somália, na África; Indonésia, Malásia e Filipinas, na Ásia - com o intuito de esmiuçar o atual “choque de civilizações” em suas peculiaridades locais. Por meio de entrevistas com os protagonistas de guerras e distúrbios sectários - clérigos cristãos e muçulmanos, políticos, líderes tribais, militares e sobreviventes -, a autora analisa as raízes locais do embate entre o islã e a cristandade que se espraia por todo o mundo a partir do Oriente Médio. O livro mostra que, por trás das atrocidades cometidas em nome de Maomé e Jesus Cristo, diversos fatores étnicos, econômicos e sociais exercem grande influência sobre ambos os lados do conflito.

Vencedor do Lukas Prize Project Awards, das faculdades de jornalismo de Columbia e Harvard
 

Ed. Cia. das Letras - 472 pág. - brochura

PARALELO 10 - Eliza Griswold

R$62,90
PARALELO 10 - Eliza Griswold R$62,90
Sucesso! Você tem frete grátis
Frete grátis a partir de R$0,00
Entregas para o CEP:

Sucesso! Você tem frete grátis

Filha de um proeminente bispo da Igreja Episcopal dos Estados Unidos, Eliza Griswold acostumou-se desde criança ao convívio com o sagrado. Entretanto, como demonstram as reportagens reunidas em Paralelo 10, a escritora e jornalista norte-americana procura enxergar os conflitos religiosos que atingem boa parte da humanidade no século XXI com um penetrante viés socioeconômico, amparado por amplas pesquisas históricas - e, sobretudo, por arriscadas viagens às zonas de conflito. 
O título do livro se refere à linha imaginária que atravessa boa parte do continente africano e das ilhas do Sudeste Asiático, delimitando de modo aproximado a fronteira entre o cristianismo e o islamismo. Griswold visita seis países situados nas proximidades do paralelo 10 - Nigéria, Sudão e Somália, na África; Indonésia, Malásia e Filipinas, na Ásia - com o intuito de esmiuçar o atual “choque de civilizações” em suas peculiaridades locais. Por meio de entrevistas com os protagonistas de guerras e distúrbios sectários - clérigos cristãos e muçulmanos, políticos, líderes tribais, militares e sobreviventes -, a autora analisa as raízes locais do embate entre o islã e a cristandade que se espraia por todo o mundo a partir do Oriente Médio. O livro mostra que, por trás das atrocidades cometidas em nome de Maomé e Jesus Cristo, diversos fatores étnicos, econômicos e sociais exercem grande influência sobre ambos os lados do conflito.

Vencedor do Lukas Prize Project Awards, das faculdades de jornalismo de Columbia e Harvard
 

Ed. Cia. das Letras - 472 pág. - brochura