Retrospectiva inédita no Brasil sobre o polêmico artista chinês. Fartamente ilustrado, este livro conta com as principais obras de Ai Weiwei e o registro de suas criações em terras brasileiras, que mobilizaram artesãos do nordeste. Há ainda dois textos inéditos sobre sua biografia, sua carreira e suas experiências na América Latina e duas entrevistas realizadas com ele pelo curador Marcello Dantas. O título "raiz" se refere à principal matéria-prima das obras que Ai Weiwei desenvolveu no Brasil. O livro é bilíngue, em português e inglês.

Entre as obras mais conhecidas de Weiwei está a série Study of Perspective, que retrata um gesto desafiante diante de grandes monumentos da história da China e do Ocidente. Iconoclasta, Weiwei ficou famoso por quebrar ou pintar vasos antigos da Dinastia Han, considerados patrimônios culturais da China, uma atitude que atualiza na arte os excessos da Revolução Cultural. 

Ubu Editora -192 pág - brochura - formato  18 × 26,5 cm

RAIZ - Ai Weiwei - Org. Marcello Dantas -Textos Marcello Dantas, John Tancock, Thaís Gurgel - bilíngue port./inglês

R$120,00
RAIZ - Ai Weiwei - Org. Marcello Dantas -Textos Marcello Dantas, John Tancock, Thaís Gurgel - bilíngue port./inglês R$120,00
Sucesso! Você tem frete grátis
Frete grátis a partir de R$0,00
Entregas para o CEP:

Sucesso! Você tem frete grátis

Retrospectiva inédita no Brasil sobre o polêmico artista chinês. Fartamente ilustrado, este livro conta com as principais obras de Ai Weiwei e o registro de suas criações em terras brasileiras, que mobilizaram artesãos do nordeste. Há ainda dois textos inéditos sobre sua biografia, sua carreira e suas experiências na América Latina e duas entrevistas realizadas com ele pelo curador Marcello Dantas. O título "raiz" se refere à principal matéria-prima das obras que Ai Weiwei desenvolveu no Brasil. O livro é bilíngue, em português e inglês.

Entre as obras mais conhecidas de Weiwei está a série Study of Perspective, que retrata um gesto desafiante diante de grandes monumentos da história da China e do Ocidente. Iconoclasta, Weiwei ficou famoso por quebrar ou pintar vasos antigos da Dinastia Han, considerados patrimônios culturais da China, uma atitude que atualiza na arte os excessos da Revolução Cultural. 

Ubu Editora -192 pág - brochura - formato  18 × 26,5 cm