Sócrates, o mais célebre dos filósofos, não tinha medo de morrer, mas temia a sua mulher, Xantipa. Certamente, devia ter suas razões para isso, pois, ao tomar conhecimento de um crime em Atenas, ela incute a idéia de encontrar o seu autor, comprometendo com isso toda a sociedade ateniense. E que sociedade! Nada menos que o ilustre século de Péricles. 
Alcebíades, o favorito de Sócrates, o aventureiro extravagante, estará comprometido com esse crime? E por que o grande Péricles deixou a sua mulher e correu para os braços de Aspásia, a cafetina mais célebre da antigüidade? Trata-se da era de ouro da democracia e das artes de Atenas, uma época, porém, semeada de espiões e repleta de escândalos; um dédalo de corrupção recheado de superstições. Todas as noites, o vício e a loucura vêm jantar com o gênio, e, quando Aspásia dá uma festa, quais não serão os convidados? Sófocles, Fídias, Aristóteles, Anaxágoras... Quando Xantipa encontra o inspirador do crime, é a própria mão da história que se abate sobre ele, encerrando o capítulo mais célebre da Antigüidade. 
De uma insolência e inspiração que misturam realidade e ficção, Gerard Messadié retira a Grécia do endurecido gesso da História. O autor restituiu um cotidiano sem maquiagens, mas com cores que jamais ousamos imaginar.

Ed. Bertrand Brasil - 350 pág. - brochura

SÓCRATES E XANTIPA - Um Crime Em Atenas - Gerald Messadie

R$56,00
SÓCRATES E XANTIPA - Um Crime Em Atenas - Gerald Messadie R$56,00
Sucesso! Você tem frete grátis
Frete grátis a partir de R$0,00
Entregas para o CEP:

Sucesso! Você tem frete grátis

Sócrates, o mais célebre dos filósofos, não tinha medo de morrer, mas temia a sua mulher, Xantipa. Certamente, devia ter suas razões para isso, pois, ao tomar conhecimento de um crime em Atenas, ela incute a idéia de encontrar o seu autor, comprometendo com isso toda a sociedade ateniense. E que sociedade! Nada menos que o ilustre século de Péricles. 
Alcebíades, o favorito de Sócrates, o aventureiro extravagante, estará comprometido com esse crime? E por que o grande Péricles deixou a sua mulher e correu para os braços de Aspásia, a cafetina mais célebre da antigüidade? Trata-se da era de ouro da democracia e das artes de Atenas, uma época, porém, semeada de espiões e repleta de escândalos; um dédalo de corrupção recheado de superstições. Todas as noites, o vício e a loucura vêm jantar com o gênio, e, quando Aspásia dá uma festa, quais não serão os convidados? Sófocles, Fídias, Aristóteles, Anaxágoras... Quando Xantipa encontra o inspirador do crime, é a própria mão da história que se abate sobre ele, encerrando o capítulo mais célebre da Antigüidade. 
De uma insolência e inspiração que misturam realidade e ficção, Gerard Messadié retira a Grécia do endurecido gesso da História. O autor restituiu um cotidiano sem maquiagens, mas com cores que jamais ousamos imaginar.

Ed. Bertrand Brasil - 350 pág. - brochura